CONHEÇA HOMENS RICOS E MULHERES BONITAS. CADASTRE-SE AGORA!

Por que ser uma Sugar Baby? Essa é uma pergunta que muita gente deve ouvir frequentemente. Esse questionamento vem acompanhado de dúvidas e um quê de julgamento. Mas isso é normal, tendo em vista que muitos desconhecem como funcionam o relacionamento Sugar e o Mundo Sugar.

Aqui no Meu Patrocínio, sempre conversamos com Sugar Daddies e Babies para saber mais sobre sua experiência e o que os motivou a ir em busca de uma relação Sugar. Hoje, o relato é da Marcelly, 24 anos, uma garota que escolheu ser Sugar Baby há pouco tempo.

“Bom, eu estou em um relacionamento Sugar há pouco mais de três meses. Mas já tive experiências que, para mim, foram incríveis. Ainda não fui para fora do país, como muitas Babies. Mas, aqui no Brasil, já conheci todos os lugares que gostaria. Fernando de Noronha, Gramado, Riviera, Floripa, Jurerê e tantos outros.

O Carlos – vou chamar ele assim – é engenheiro, trabalha no Rio, mas, quando não está embarcado, fica em São Paulo. Eu moro no ABC. Bom, morava, né!? Agora eu fico no apartamento dele de Pinheiros. Quando ele volta da plataforma, vem passar os finais de semana aqui comigo. A gente achou melhor fazer esse “esquema” de só aos finais de semana, porque senão iríamos nos sentir quase casados, já que passaríamos 15 dias juntos na mesma casa e fazendo várias outras coisas juntos.

O que mais gostei foi que aconteceu tudo muito direto. A gente saiu uma vez, dois dias depois saímos de novo e, no final de semana, nos vimos novamente. Esse terceiro encontro foi o que nos uniu realmente. A gente conversava e parecia que nos conhecíamos há anos.

Foi então que ele me propos da gente realmente entrar em um relacionamento Sugar. Conversamos sobre isso. Ele perguntou o que eu esperava dessa futura relação e como eu gostaria que ela funcionasse. Depois de eu ter respondido, ele me disse que algumas atitudes e comportamentos – como muita frequência de encontros –  ele não poderia me oferecer. Mas que compensaria de outras maneiras. Eu aceitei, dei outras opções a ele e, então, chegamos a um acordo que fosse bom para os dois.

Ele me pediu várias coisas, mas a que mais me chamou atenção foi que eu tivesse sempre preparada para ir a eventos. E preparada em todos os sentidos. Tanto no de comportamento, quanto no visual. Preciso estar com o cabelo bonito, unhas feitas e a pele bem cuidada. Claro que ele me dá todo o suporte para que eu consiga me manter assim semanalmente.

Para ajudar, até fiz consultoria com um personal stylist – que foi presente dele, inclusive. Troquei algumas roupas, dei uma lapidada no meu estilo e mais do que uma hidratada no cabelo (risos!).

Eu vejo que cumpro minha parte do acordo quando não fico implicando com coisas pequenas e nem pedindo a atenção dele para resolver um problema pequeno meu. Para evitar isso, quando sei que ele vem, já tenho todos os meus horários no salão marcados. Quando ele propõe  algum encontro, já sei quais horários posso ou não. Não consigo me imaginar falando para ele que estou triste pois minha manicure teve que remarcar.

A gente se gosta, se completa e ele me ensina muito. Sem dúvidas, ele adoçou minha vida e, eu sei bem que adocei a dele também!

CONHEÇA HOMENS RICOS E MULHERES BONITAS. CADASTRE-SE AGORA!