CONHEÇA HOMENS RICOS E MULHERES BONITAS. CADASTRE-SE AGORA!

Uma Sugar Baby de 25 anos, Camila, conta a razão de não querer se casar com um Sugar Daddy agora, apesar de amar viver um relacionamento Sugar. Confira.

“Quinta-feira à noite eu saí para jantar com um promissor Sugar Daddy. Alto, bonito e super cavalheiro. Ele parecia ser a pessoa perfeita. Me mandou fotos antes de nos encontrarmos, além das que eu já tinha visto no Meu Patrocínio.

Pouco eu sabia quando cheguei, o quanto ele realmente tinha para oferecer. Uma vez que eu percebi que a expectativa dele era a que muitas Sugar Babies sonham em um Daddy, percebi porque não queria me casar com alguém do mundo Sugar. Não agora, pelo menos.

Lucas era absolutamente encantador e doce. Eu me sentia muito bem ao lado dele. Tomamos um drink e, depois do jantar, já começamos a tocar no assunto que nos interessava. Mesmo que o conceito Sugar já esteja mais difundido por aqui, eu notei muitos olhares em nossa direção. Eu, uma mulher jovem e bem-vestida, ele, um homem mais velho e aparentemente rico. Nada que me incomode muito. Estou acostumada.

Bom, chegamos ao assunto pote de açúcar bem rapidamente. Ele quis saber o que eu estava procurando e me disse o que queria logo: uma esposa. Confesso que fiquei um pouco assustada. Ainda me considero muito jovem para casar. Ele queria alguém para passar todos os momentos possíveis ao lado dele, que conhecesse todos os seus amigos e a família. Além disso, ele queria conhecer a família da sua Sugar Baby também.  

Não me entenda mal. Sei que esse é o sonhos de 8 entre 10 Sugar Babies. Porém, eu não queria isso para mim, ainda. Gosto da discrição do relacionamento Sugar. Do fato de sermos livres e termos nossas liberdade, mesmo ao lado de um Sugar Daddy. Quando ele me disse o que desejava, tomei um gole do meu vinho e respirei fundo. Mal disfarcei minha reação.

Não que eu não entenda essa vontade dele. Eu compreendo sim. A questão é que nossos interesses são conflituosos. Eu sou Sugar Baby com orgulho. Inclusive, minha família e meus amigos sabem de tudo. Porém, não quero chegar ao ponto de apresentar meu Daddy para meus pais e conviver mais do que apenas alguns fins de semana. Esse não é meu foco agora.  

Apesar de ele ser um cara maravilhoso, não apareceu na hora certa, infelizmente. Talvez, alguns anos na frente seriam providenciais para nosso encontro. Não queria que ele tivesse falsas ilusões comigo e, depois de ouvir tudo o que ele disse, resolvi ser completamente transparente e deixar claro que tinha expectativas diferentes quanto ao relacionamento Sugar.

Expliquei que eu queria mesmo era uma mentoria, alguém que ajudasse a alavancar minha carreira de empresária, que era meu principal interesse agora.

Ser honesta, nesses momentos, é o melhor caminho. Com essa experiência, eu refleti sobre a essência do relacionamento Sugar ser mutuamente benéfica. É isso. A gente precisa encontrar um Daddy que realmente tenha expectativas alinhadas com as nossas. Só assim a gente vai conseguir ser feliz de verdade e tirar o melhor proveito da relação.”

CONHEÇA HOMENS RICOS E MULHERES BONITAS. CADASTRE-SE AGORA!