Rede de relacionamento apresenta solução para namorados sem dinheiro

quinta-feira, 9 junho, 2016

Quinta-feira, 9 de junho de 2016 — Em meio a tantas campanhas e promoções no mercado para o Dia dos Namorados, a rede social MeuPatrocinio.com fez diferente: iniciou um movimento contra a forma tradicional de namoro levantando a seguinte questão: você prefere comemorar uma vez só ou ganhar presentes o ano inteiro?

No Brasil, a maioria dos casais de namorados não tem dinheiro. No ano passado, a economia caiu 3,5%, pior índice das últimas duas décadas. Segundo estimativa do FMI (Fundo Monetário Internacional), junto à inflação e ao desemprego, a renda per capta diminuiu para R$ 15,7 mil reais no ano passado, menor número registrado na história. E isso influencia diretamente o poder de compra.

Para 2016, um levantamento do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) indica que o consumo de presentes de Dia dos Namorados será 16,8% menor que no ano passado.

O valor do presente

É aí que o Meupatrocínio.com oferece uma alternativa: o site de relacionamento é o primeiro do Brasil a unir Sugar Babies (mulheres jovens e bonitas) e Sugar Daddies (homens maduros, ricos e bem-sucedidos).

Em valores reais, os namorados brasileiros vão desembolsar em média R$ 137,48. Por outro lado, Sugar Daddies gastam entre cinco e sete mil reais por mês com suas Sugar Babies – em jantares, mimos, viagens e ajuda de custo. “Por que ter um namorado, que só vai te levar a um restaurante caro nesta data, se você pode ter um Sugar Daddy que vai te dar do bom e do melhor todos os meses?”, pergunta Jennifer Lobo, CEO da empresa.

Namoro moderno

Bastante comum nos Estados Unidos e alguns países da Europa, esse estilo de vida tem atraído cada vez mais homens e mulheres – por um lado, jovens promissores, mas desfavorecidos pela crise e que se veem apertados com as contas e aumento de preços; Por outro, pessoas financeiramente estáveis em busca de relacionamentos transparentes e com expectativas atendidas.

No MeuPatrocínio.com, uma minoria de 32% dos Sugar Daddies é casada e pouco feliz com seu relacionamento, por isso estão buscando alguém com mais química e que compartilhe de seus gostos. São muitos os namoros de fachada ou casamentos que se mantém só por causa dos filhos, negócios ou outros fatores.

É aí que entram as 28 mil Sugar Babies cadastradas na rede, mulheres que querem crescer social e profissionalmente e são atraídas por homens maduros, experientes e bem-sucedidos. Com perfis diferenciados, elas estão dispostas a participar de suas rotinas. “Nunca me senti tão feliz e em paz. Minha retração foi transformada em puro entusiasmo e me fez sentir encantado, jovem de novo”, conta J. T., de 51 anos, um dos Daddies do site.

Na Campanha “anti” Dia dos Namorados, o Meu Patrocínio lista as vantagens de ter um relacionamento Sugar, como denominam, em vez de um namoro tradicional. A ideia é incentivar que as pessoas saibam o que querem e o que podem oferecer e, assim, criar casais de longo prazo, com acordos e benefícios mútuos, sem mal-entendidos e expectativas não correspondidas.