CONHEÇA PESSOAS RICAS E BONITAS. CADASTRE-SE AGORA!

Marcos é um Sugar Baby de 25 anos que, depois de conhecer vários Sugar Daddies, encontrou, enfim, o papai de açúcar dos seus sonhos. Confira o que ele nos contou sobre suas experiências.

“Desde que eu ouvi pela primeira vez o conceito Sugar, quando ainda nem existia aqui no Brasil, eu fiquei muito encantado. Sabia que era exatamente essa vida que eu queria para mim. Sempre lia os blogs de fora do país sobre o assunto e me imaginava como um Sugar Baby.

Depois de ter me formado, há três anos, resolvi passar um ano no exterior para fazer um curso de especialização. Minha família é de classe média alta e dinheiro nunca foi um problema muito grande. Eles sempre me ajudaram. Assim, fui fazer um curso de extensão de atuação em Nova Iorque. Sim, sou formado em artes cênicas.

Nossa! Foi uma temporada maravilhosa! Eu pude aperfeiçoar meu inglês e me aprofundar na área que eu escolhi. E, além disso, pude entrar, de vez, para o mundo Sugar. Não por questões financeiras, veja bem. O que mais me atrai é a liberdade e a transparência desse tipo de relação. É que eu não tenho paciência para ‘joguinhos emocionais’. Por lá, essa vida já é muito difundida. Foi assim que conheci meu primeiro Sugar Daddy.  

O John era muito generoso comigo. Desde o começo, deixamos claro o que queríamos e a franqueza desse tipo de relação facilita muito a convivência. É claro que a cultura deles diverge bastante da nossa, mas eu consegui me acostumar numa boa.

Ficamos seis meses juntos e ele me ensinou muito. Sobre o mundo Sugar e sobre a vida. Ele é 15 anos mais velho do que eu e já viveu de tudo. Foi realmente uma experiência enriquecedora, mas eu voltei para o Brasil e nossa relação terminou, amigavelmente, é claro. Ainda nos falamos com frequência e ele está planejando uma visita ao país, como amigos.

Assim que voltei, soube que queria continuar vivendo relacionamentos Sugar. Fiz meu perfil no Meu Patrocínio e rapidamente conheci vários Daddies em potencial. Como ainda não sabia bem como era aqui, eu comecei aos poucos, para ir compreendendo como é ser um Sugar Baby. 

Saí com vários papais, por diversas vezes. Alguns me atraíram mais, outros me decepcionaram, mas sabia que era questão de tempo até achar a pessoa certa. Conversei com o Vitor umas cinco vezes até percebermos o quanto tínhamos em comum e quanto estávamos com vontade de nos encontrarmos.

Só nos vimos duas vezes até agora, mas desde o John, não sentia tanto friozinho na barriga. Confesso que estou bem esperançoso! Acho que, finalmente, encontrei meu Sugar Daddy brasileiro ideal. Estou amando ser seu Sugar Baby!”

 

CONHEÇA PESSOAS RICAS E BONITAS. CADASTRE-SE AGORA!