CONHEÇA PESSOAS RICAS E BONITAS. CADASTRE-SE AGORA!

Consumir algo de uma marca de luxo, nos dias de hoje, vai muito além de comprar um perfume, um cinto ou vestido de alta costura. E é essa a ideia que os grandes nomes da moda e, claro, os conglomerados que são donos dessas marcas, querem criar. Mais do nunca é possível “viver aquela marca”. Prova disso é que, agora, você também pode comer com a Gucci.

A label italiana abriu em Florença, no início de janeiro, um restaurante de 50 lugares, Gucci Osteria, onde o chef Massimo Bottura, três estrelas Michelin, vai servir pratos de alta qualidade.

A casa de moda, de propriedade da Kering e conhecida pela alta qualidade de seus produtos, não só os de couro, não é a única marca de luxo a ter a gastronomia como um alvo para proporcionar a máxima experiência aos amantes do nome Gucci. A LVMH anunciou no final do ano passado que irá abrir uma outra filial de sua mercearia gourmet, a La Grande Epicerie, em Paris.  A Tiffany’s & Co abriu o Blue Box Café, em Nova York, e finalmente possibilitou um Breakfast at Tiffany’s.

“As grandes marcas estão seguindo para onde o dinheiro de seus clientes de gastos elevados está indo”, disse Fabrizio Pini, professor e diretor do Mestrado Internacional em Gerenciamento de Luxo, da escola empresarial de Milão MIP Politecnico.

Por hora, a ideia não é gerar retornos financeiros significativos, tanto para a Gucci quanto para as outras grifes que têm investido no ramo gastronômico. A ideia é encontrar uma outra maneira de expandir suas marcas a nível global. Nesse caso, os restaurantes foram a melhor encontrada para propagar o lifestyle e criar um outro braço de uma das mais tradicionais casas de moda italiana. Com o crescimento das compras online, todas as marcas estão em busca de reinvenção.

O restaurante da Gucci fica atrás dos muros do Palazzo dela Mercanzia, do século XIV, com vista para a praça mais famosa da cidade, a Piazza dela Signoria. Visitantes podem pedir pratos como Parmigiano Reggiano tortellini, tostadas com inspiração peruana, pães de barriga de porco e risoto de cogumelo por 20 a 30 euros por prato.

CONHEÇA PESSOAS RICAS E BONITAS. CADASTRE-SE AGORA!