sugar babies

5 05, 2017
O segredo de Sugar Babies Poderosas

Por |05 maio, 2017|Categorias: Sugar Baby|Tags: , , , , , |Comentários desativados em O segredo de Sugar Babies Poderosas

Por trás de toda grande mulher… há outra grande mulher. Claro, além de todo talento, perseverança e força. É por causa de mães, avós, tias e outras figuras femininas inspiradoras que uma garota aprende a sonhar alto e ir em busca dos seus objetivos. Confira o que dizem 3 Sugar Babies sobre suas musas.

Marília, 27 anos

“Minha avó é minha grande inspiração. Quando jovem, ela foi uma mulher além do seu tempo porque não se continha em ser dona de casa. Ela fez faculdade, mestrado e, pasme, doutorado. E ainda cuidava da família e administrava o lar. Super ativa, ela sempre me encorajou a nunca ser uma pessoa acomodada e ir em busca de todos os meus sonhos, além de nunca parar de estudar. A frase dela que me guia é conhecimento não ocupa espaço. O que eu complemento com e é o que faz a gente crescer. ”

Joana, 30 anos

“Ela me ensinou que eu devo ser forte e enfrentar tudo e qualquer coisa que for obstáculo para eu conquistar o que quero. Minha mãe é minha musa inspiradora. Quando ela estava grávida de mim e já tinha meu irmão, uma criança pequena, meu pai a abandonou e sumiu no mundo. Ela ergueu a cabeça e batalhou a vida toda para nos dar uma boa criação, educação e nos encher de amor. A força dessa mulher é impressionante. Com ela eu aprendi que precisamos enfrentar os desafios da vida se quisermos ser alguém e nunca devemos abaixar a cabeça para ninguém.”  

Carolina, 23 anos

“Minha mãe, minha avó e minhas tias sempre foram mulheres inspiradoras para mim, mas uma vizinha foi quem me mostrou como toda mulher pode ser poderosa. Quando criança, meus irmãos e eu brincávamos com os filhos dela. A casa sempre impecável, um cuidado enorme com o filhos e o marido. E, equilibrando a vida pessoal com a profissional, uma carreira de sucesso. Ela me inspirou a acreditar que posso chegar lá, que posso construir meu próprio império sem ficar na sombra de ninguém, sendo mulher e tendo uma família. Quem disse que nossos sonhos não podem ser reais?”

 

 

 

PRONTA PARA COMEÇAR SUA COLEÇÃO DE ALTA COSTURA? ENTRE AGORA PARA O MUNDO SUGAR E DEIXE SUA VIDA E SEU GUARDA ROUPA MAIS DOCE
2 05, 2017
Os melhores e os piores presentes para Sugar Babies

Por |05 maio, 2017|Categorias: Relacionamento Sugar|Tags: , , , , , , , , , |Comentários desativados em Os melhores e os piores presentes para Sugar Babies

Todas as Sugar Babies amam ganhar mimos, de fato. Porém, existem alguns presentes que podem não agradar tanto. Confira o que 3 Babies disseram sobre o que adoraram ganhar do Sugar Daddy e o que elas não curtiram.

Cristina, 29 anos

“Tive a sorte de encontrar um Sugar Daddy muito generoso. Até demais. Rs. No início, ele queria comprar para mim tudo que ele via pela frente e, claro, às vezes, algo não tinha nada a ver comigo, como uma bolsa super coloridona que eu tive que disfarçar para não demonstrar que não gostei. Com jeitinho, fui mostrando que meu estilo é mais clássico e que eu gosto de bolsas sóbrias e elegantes. O melhor mimo, aliás, também foi uma bolsa, da Chanel, que hoje é meu xodó.”

Marcela, 24 anos

“O meu primeiro Sugar Daddy, que não é o meu atual, adorava me presentear com um estilo de roupa que ele gostava, mas que eu achava cafona, sinceramente. Verdade seja dita: há muita coisa cara de gosto meio duvidoso. Rs. Uma vez ele me deu um vestido caríssimo e… horroroso. Não consegui nem usar. Em compensação, o melhor mimo, desta vez do meu atual papai de açúcar, foi uma viagem de 15 dias para a Europa. Conheci Paris, meu sonho de criança. Foi maravilhoso!”   

Tatiana, 31 anos

 

“Eu costumo gostar de quase tudo que meu Sugar Daddy me dá. E olha que ele é bem empolgado quando o assunto é presente. Roupas, joias, sapatos. Esse é um homem que sabe mimar uma mulher! Raras foram as vezes em que eu não fiquei tão feliz com um mimo dele. O que mais me impressionou e me deixou sem reação de tanta felicidade foi um carro zero que ele me deu de presente de aniversário. Sou uma pessoa de sorte! Um que não me animou tanto foi uma caixa de chocolates finos. O problema é que eu sou intolerante à lactose e não pude aproveitar a delícia.”  

 

 

 

CADASTRE-SE NA MAIOR REDE DE RELACIONAMENTO SUGAR DO PAÍS

10 04, 2017
Série Grandes Marcas: Gucci (para Sugar Babies elegantes e cheias de vitalidade)

Por |04 abril, 2017|Categorias: Sugar Baby|Tags: , , , |Comentários desativados em Série Grandes Marcas: Gucci (para Sugar Babies elegantes e cheias de vitalidade)

Não é novidade de que Gucci é uma das marcas preferidas de nós, Sugar Babies. Com seu estilo mais bem humorado, a marca tem uma história marcante no mundo da moda. Vamos conhecer um pouco.

 

A marca

Gucci é uma das famílias da moda que mais deixam os italianos orgulhosos. Pois, mesmo fazendo parte dos grandes nomes do país como Versace, Dolce&Gabbana e outros, ela tem a história da Itália em seu DNA. A casa tem quase 100 anos de história e, junto consigo, traz momentos bons e ruins vividos pela Itália.

Guccio Gucci foi o responsável por fundar essa grande marca ainda no início do século passado. Antes de abrir uma casa de artigos de couro em Florença, na Itália, Guccio trabalhou em um sofisticado hotel em Londres e em casas de couro na Itália. Depois de viver entre as malas da elite londrina e mundial, e aprender a arte de manusear o couro, Guccio abre sua primeira loja em Florença, inicialmente vendendo valises feitas artesanalmente.

Conforme o mundo mudava, a Gucci tentava se adaptar aos novos tempos e novos recursos. Durante a primeira Guerra Mundial, por exemplo, materiais alternativos como a ráfia e cortiça foram usadas para certos acabamentos das malas e bolsas da marca. Com a escassez do couro convencional, o couro de porco passou a ser utilizado e virou uma das marcas registradas da casa; tendo em vista que o manuseio do mesmo é mais trabalhoso que do couro tradicional.

O bambu também foi uma alternativa à escassez mas que, posteriormente, passou a ser marca registrada da Gucci. Quem nunca teve uma bolsa com alça de bambu ou um guarda-chuva!?

 

A Crise

No início dos anos 1990, a Gucci passou por uma forte crise financeira e seu responsável por tirá-la dessa situação e aumentar seu faturamento em mais de 300% foi o estilista norte americano Tom Ford. Com sua entrada a Gucci ganhou uma cara mais sexy e, como ninguém, traduziu em roupas o que o espírito da época pedia. Sempre remetendo a sensualidade mas sem perder a classe, Tom Ford deu fôlego novo a uma das mais tradicionais grifes italianas.

Com a saída de Tom Ford, a italiana Frida Giannini assume o posto de criativa da Gucci a partir de 2006 até 2014. Frida manteve a identidade sensual que deu super certo com Tom Ford. A marca conseguiu se manter no mercado e ainda provocar desejo no público. Porém, pouco a pouco as vendas começaram a cair e, no final de 2014 a marca anunciou que Frida estava deixando o cargo.

 

As mudanças

Em 2015, após a saída de Frida Giannini, Alessandro Michele assume o cargo de Diretor Criativo da marca e promoveu uma verdadeira revolução estética na casa. Com um pé no universo hippie e outro no geek, a nostalgia é a principal fonte que alimenta sua criatividade, tudo isso com uma sensualidade para uma mulher que, mais do que mostrar, sabe que é sensual.

O mundo da moda ficou de queixo caído com sua proposta de nova mulher e cliente da Gucci. Agora, uma mulher mais intelectual e divertida tem sido o foco da marca. A cada coleção, Michele se reinventa e lança peças de roupa e acessórios que provocam desejo em todos.

Como clientes, a marca tem Florence Welch, Madonna, Solange Knowles, Lady Gaga e Katy Perry. Que sempre são vistas com roupas bem femininas com babados, bordados e pegada vintage. A marca é uma verdadeira máquina de peças desejo: seus casacos, bolsas, sapatos e cases de celular deixam todos os fashionistas loucos por elas. Além, claro, da parte de joalheria, que parecem anéis vindos diretamente de um baú de jóias de avós.

Definitivamente a marca é para quem tem personalidade forte e se conhece; e, acima de tudo, sabe que o nível de sensualidade depende mais da pessoa para transparecer do que da roupa. Além de inteligente, a mulher que usa Gucci é bem humorada e passa isso, inclusive, por meio de se vestir.

É muitas vezes a preferida de muitas Sugar Babies mais jovens, mas sem deixar a elegância de lado.

 

 

CONHEÇA SEU SUGAR DADDY AGORA
10 03, 2017
“Sugar Baby, escolha o nosso próximo destino”, disse o Sugar Daddy

Por |03 março, 2017|Categorias: Relacionamento Sugar|Tags: , , |Comentários desativados em “Sugar Baby, escolha o nosso próximo destino”, disse o Sugar Daddy

Se o seu Sugar Daddy pediu para você escolher o destino da próxima viagem e você quer surpreender e não cair nos clichês Paris, Londres, Nova York ou Miami, talvez a República Tcheca seja o lugar. O leste Europeu é o destino preferido para quem busca por algo alternativo mas ainda assim dentro da Europa. É ideal para quem já conhece os principais destinos como a palma da mão. A cara de europa de idade média ainda permanece no leste do continente. Lá, a arquitetura de idade média está mais presente que no resto da Europa. A República Tcheca tem algumas curiosidades interessantes a serem estudadas antes de fazer uma visita ao país. Aventurem-se casal sugar!

 

Decoração Peculiar

No passado, a cidade de Kutná Hora sofreu com questões relacionadas a guerras, incêndios, pestes, entre outros problemas. Tamanha foi a devastação da população que, em 1870, um artesão da cidade decidiu usar os ossos das vítimas como forma de decoração de uma capela gótica. O Ossuário de Sedlec é hoje uma das maiores atrações do país.

Sempre com sapatos nos pés

Quem é Sugar Baby já está mais do que acostumada a estar impecável o dia todo durante a semana toda. Porém, é costume dos tchecos não ficarem em casa sem sapatos, bem como não usar os mesmo sapatos que vão para a rua, dentro de casa. Cada membro da família tem o seu sapato e nós, visitantes, ganhamos um especial assim que entramos em uma casa.

Doçuras ou… pedras

Para comemorar o dia de São Nicolau – que deu origem a lenda do Papai Noel -, os tchecos se fantasiam e distribuem doces, para as crianças que se comportam bem, e pedras, para as que têm mau comportamento. Quem sabe vocês adaptam a cultura para um “relacionamento doce” com “pedras preciosas”

Saúde e fertilidade para as mulheres

O leste europeu é bastante conhecido por algumas datas festivas e hábitos exóticos. Durante a Páscoa, os garotos jogam água nas meninas como forma de desejar saúde e fertilidade às mulheres.

Sino da meia noite, que toca às 23h

No ano de 1645, um militar sueco pretendia conquistar a cidade de Brno até a meia noite. Os cidadãos então, adiantaram o relógio da Catedral de São Pedro e São Paulo em uma hora, para que o militar fosse embora antes. Desde então, os sinos soam nesse horário.

País Laico

Apenas pouco mais de 20% da população afirma seguir algum tipo de religião. O que faz do país um dos maiores com relação a porcentagem de ateus no mundo.

País do Futebol

Não é só o Brasil que tem paixão pelo futebol. Lá no leste da Europa, a República Tcheca é uma das maiores fãs do esporte. Além dele, o hóquei no gelo também faz sucesso por todo o território tcheco.

Terra da Cerveja

A média de consumo de cerveja por habitante na República Tcheca é de 150 litros por ano. O país é ideal para os amantes de cerveja e conta com uma variedade e preços incríveis: em alguns lugares, a cerveja chega a ser mais barata que a água ou refrigerante.

22 08, 2016
Saiba Fazer Ele Dizer Sim: Seu Sucesso em Ser Bancada

Por |08 agosto, 2016|Categorias: Primeiro Encontro, Sugar Baby|Tags: , , , |Comentários desativados em Saiba Fazer Ele Dizer Sim: Seu Sucesso em Ser Bancada

Eu já fui chamada de interesseira antes, claro que já fui. No começo me incomodava, mas não me incomoda mais. Por que deveria me incomodar? Quando eu sou chamada de interesseira estou sendo lembrada de que eu só divido meu tempo com homens capazes de me oferecer o que eu desejo. Quando eu sou chamada de interesseira geralmente é por alguém que não pode me bancar ou por alguém que não tem a capacidade de ser bancada com sucesso.

Eu faço os homens quererem dizer sim. É uma palavra que eu já me acostumei a ouvir. De vez em quando eu escuto um “não”. Mas as coisas não ficam as mesmas depois disso. Eu não escuto “sim” uma vez atrás da outra por acidente. É um processo calculado que eu aplico em todos os homens a quem eu permito me acompanhar.

Eu conheço ele. Eu tirei tempo para conhece-lo por dentro e por fora. Eu observei seus trejeitos. Eu sei o que faz ele rir. Eu sei o que faz ele nervoso. Eu sei a cara dele quando ele teve um dia pesado no trabalho. Eu sei o que ele faz com as mãos quando fica frustrado, impaciente, ou aborrecido. Eu sei seus pratos preferidos. Algumas mulheres começam a sair com homens e ficam muito preocupadas sobre si mesmas. Elas se preocupam sobre o que ele sente por elas, o que ele pensa delas. Se essa é você, pare. Agora é a hora de você entrar no espírito dele, aprender e explorar quem ele é no fundo. Ele nunca será tão aberto a você como está sendo agora. Aproveite esse momento. Use-o para formar um quadro dele que seja tão claro e objetivo quanto possível.

“Agora é a hora de você entrar no espírito dele, aprender e explorar quem ele é no fundo.”

Eu encontrei seus pontos fracos. Todos têm alguma vulnerabilidade na armadura. Todos têm aquela uma coisa que imediatamente os faz felizes, e aquela uma coisa que imediatamente os deixa loucos. Descubra-as. Pontos fracos podem ser qualquer coisa desde uma insegurança até uma necessidade urgente, ou um prazer indulgente. Em muitos casos, pode ser algo que ele vai tentar esconder de todos, inclusive ele mesmo. Não importa o que seja. Só importa que você encontre esses pontos.

Sentir pena não importa. Nem culpa. A chave é um pequeno mas poderoso conhecimento: humanos são egoístas, e motivados pelos interesses próprios. Tudo que nós fazemos, nós fazemos para nós mesmos seja bom ou ruim. Tudo que fazemos é baseado em como essa ação vai nos fazer sentir. Nós muito raramente fazemos coisas sem levar em consideração o que queremos. Lembre-se disso quando for fazer pedidos. Você poderia inventar uma história sentimental e conseguir o que quer? Eu preferiria que você não fizesse isso, mas você pode se a sua história toca os pontos fracos dentro dele. Ajuste como você faz o seu pedido com quem ele é. Escolha as palavras nos seus pedidos de maneira que ele perceba imediatamente que há um benefício para ele. Se ele é um homem que constantemente se sente usado e desvalorizado, apresente seus pedidos de uma maneira que ajude ele a ver que ele não vai se sentir usado ou desvalorizado com você. Você vai oferecer para ele a reação emocional que ele sempre quis. Evite chantagens emocionais e lembretes de tudo que você já fez por ele. Te dar prazer, ceder aos seus pedidos deveria ser um alegria. Ele nunca deve sentir o ressentimento que vem quando você sabe que toda gentileza recebida de uma pessoa tem um preço, e agora você deve pagar por elas. Apele para sua vaidade. Apele para o seu ego. Apele para a pessoa que ele sonha em ser.

Você vai oferecer para ele a reação emocional que ele sempre quis.

Não conte toda a verdade. Vou te contar um segredo: quando eu quero sapatos de um homem que eu acabei de começar a sair, eu peço lingerie. Os sapatos são colocados, com quem não quer nada, no fim. Eu construo uma fantasia sexual baseada nas fantasias dele. Eu mostro a lingerie pra ele. E ah, aliás, esses sapatos não iam ficar perfeitos com esse conjunto? Eu só preciso fazer isso algumas vezes. Depois de um tempo, eu não vou mais precisar pedir lingerie quando eu só quero sapatos. Ele vai ter conectado os meus sapatos ao prazer dele, e vai compra-los para mim quando eu quiser. Ele não precisa saber que eu preciso de sapatos, na verdade, pra ir em um encontro com outro homem. Suas intenções são exatamente isso: suas. Guarde-as para si mesma.

Não seja covarde. Hesitação e incerteza são excelentes emoções para se sentir se tudo o que você quer ouvir é ‘não’. Se você não for confiante, ele terá dúvidas. Nós não temos tempo para dúvidas. Mude sua mentalidade. Você merece cada coisa que você pedir. Ele tem capacidade de te dar elas. Então, por que ele te negaria? Além disso, você é uma rainha. Quem diz não para uma rainha?

Tenha um plano completo. Como você vai apresentar seu pedido? Está ajustado para quem ele é? Se ele fizer perguntas, qual é a mais provável dele perguntar? Você tem as respostas prontas? Como essas respostas farão ele se sentir? O que você vai fazer se ele disser ‘sim’? Qual é seu plano se ele disser ‘não’? A vitória nem sempre vai para o mais sortudo. Vai para quem está melhor preparado.

Saiba quando abandonar a batalha também. Às vezes, não é sobre como você pede mas quantas vezes você pede. Você queria um carro e ganhou um. Talvez não seja o melhor momento para pedir uma casa. Tudo gira em torno de conhecer ele. Saber seus limites. Saber quando um pedido deixa de ser um prazer e passa a ser um fardo. Saiba quando você precisa parar de falar. 

Você vai se tornar mestre nisso porque você vai fazer uma coisa simples: você vai pedir o que você precisa. Você vai pedir coisas que vão te aproximar daquilo que você decidiu que é sucesso.

Você vai se tornar mestre nisso porque você vai fazer uma coisa simples: você vai pedir o que você precisa. Você vai pedir coisas que vão te aproximar daquilo que você decidiu que é sucesso. Você vai brilhar quando estiver falando daquela coisa que você ama de uma maneira que encante ele. Ele vai se perguntar como alguém já disse “não” para você. Você consegue fazer isso. Você merece isso. Eu acredito em você.


Tradução livre de artigo originalmente em Inglês: http://libraryofsugar.tumblr.com/post/141402162056/the-splenda-guide
18 04, 2016
Como desfrutar a primeira viagem juntos

Por |04 abril, 2016|Categorias: Primeiro Encontro|Tags: , , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em Como desfrutar a primeira viagem juntos

Seja para comemorar meses de namoro ou até na noite de núpcias, mais cedo ou mais tarde isto vai acontecer: sua primeira viagem de casal! E por melhor que esteja o relacionamento, surgem dúvidas e medos. Saiba que muita coisa muda, e é preciso se preparar para mais do que uma relação: uma convivência.

Antes de começar a planejar o passeio, avalie se quer que essas mudanças aconteçam, pois elas podem ser boas ou ruins. Viajar juntos também significa passar muito mais tempo em companhia do que estão acostumados, o que vai trazer à tona o mais íntimo e desconhecido de cada um (e isso é natural).

Será que é cedo demais? Como saber a hora certa?

Cada relacionamento é diferente, mas como regra geral, antes de passar tantos dias juntos, é aconselhável que o casal já tenha experimento algumas noites juntos (de preferência seguidas). Imagine que constrangedor seria descobrir, a quilômetros longe de casa e sem chances de volta, que seu parceiro possui hábitos noturnos que não combinam com os seus? Roncos, roupas (ou a ausência delas), movimentos durante o sono… Tudo isso conta!

Que tipo de viagem? Para onde?

Pense no seu ideal de férias: você gosta de aventuras radicais e muito exercício físico ou prefere relaxar na piscina, gastando o mínimo de energia possível? Pense também no seu parceiro: você conhece o ideal de férias dele? O melhor é planejar algo misto – nada tão exaustivo, mas nada muito parado. Um dia, vocês podem caminhar ou andar de bicicleta e, no outro, matar o tempo numa praia.

Quem deve organizar?

Pode parecer romântico planejar um fim de semana, sozinho, para duas pessoas. Porém, no início do relacionamento, é importante você dar abertura ao seu parceiro – assim, ambos vão conhecendo as peculiaridades um do outro e evita-se muitos estresses. Deixe o romantismo para as pequenas coisas, como escolher um bom vinho, uma música para o momento, flores no quarto e outros mimos.

Hábitos ou frescuras?

Lembre-se que, quando estava em casa, seu parceiro ou parceira estava à vontade, com tudo do jeito que queria. Na viagem, não é bem assim… Talvez ele seja bagunceiro, talvez ela tenha mau humor pela manhã, ou quem sabe existam ordens e rituais entre o sair da cama e oo café da manhã (escovar os dentes, tomar banho, assistir ao jornal…). Portanto, mesmo que vocês já tenham passado algumas noites juntos, prepare-se para conhecer novas rotinas do seu parceiro.

Teste de fogo: melhora ou piora?

Quando estamos com alguém 24 horas por dia, começamos a enxergar a pessoa real que está ao nosso lado. Após dois ou três dias juntos, é possível ter uma boa ideia de como é a pessoa e se vale a pena investir a longo prazo. Use essa oportunidade com cautela – provavelmente haverá uma ou outra discussão, e só vocês podem dizer se está no limite aceitável para suas vidas. Ninguém é perfeito, leve em consideração as eventualidades de uma viagem e a pressão do parceiro.

Compromisso e paciência são a chave para que qualquer fim de semana com o parceiro seja bem-sucedido. É talvez o passe para qualquer relacionamento dar certo – lembre-se do mais importante: comunicação! Sobreviver à primeira viagem juntos significa que vocês estão prontos para coisas maiores e melhores.


Lux Monday: Como vai ser a sua semana? Luxo, viagens e bem-estar!

1 04, 2016
Vantagens de relacionamento casual

Por |04 abril, 2016|Categorias: Sugar Baby|Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em Vantagens de relacionamento casual

As pessoas julgam os relacionamentos casuais (ou, como gostam de chamar, as aventuras amorosas, paixões de verão). Mas, assim como no namoro, esse tipo de relação pode trazer experiência e crescimento pessoal para ambos os envolvidos.

A busca pelo príncipe encantado ou da princesa nunca acaba. As pessoas estão acostumadas a idealizar uma pessoa “perfeita” para elas. Nesse trajeto, elas namoram, terminam, conhecem pessoas novas, saem, se decepcionam e namoram de novo. E cada pessoa nova que entra em sua vida é responsável por um novo aprendizado pessoal.

Para começar, o que define se alo é “sério” ou não? Um namoro dura pelo menos seis meses, um ano? Um relacionamento casual é uma aventura amorosa que pode acontecer durante suas férias de verão? É difícil medir tudo isso… A diferença básica é no sentimento que está envolvido – você está tentando agradar a outra pessoa ou nem tanto?

4 aprendizados de um relacionamento casual:

1. Controlar os sentimentos

Em aventuras amorosas, você sabe que não pode se envolver emocionalmente e acaba aprendendo a controlar suas emoções e expectativas.

2. Saber exatamente o que quer

A exposição a várias pessoas diferentes te ajuda a moldar teu padrão ideal. Em relacionamentos casuais, descobre-se não só por quem está atraído, mas também como quer ser tratado.

3. Ter equilíbrio na vida

O relacionamento sério, às vezes, suga a vida da pessoa e, por envolver muito sentimento, pode fazer com que ela foque todo seu dia naquele relacionamento e deixe de lado os amigos, familiares, trabalho… Nos relacionamentos casuais, você aprende a equilibrar seu tempo e distribuir o seu dia para você. As aventuras amorosas não precisam ser sérias e por isso não exigem tanto tempo de você e, consequentemente, não faz com que você viva para seu parceiro.

4. Reconhecer os pequenos gestos

É frustrante quando estamos em um relacionamento sério e a pessoa não supera nossas expectativas. Em aventuras amorosas, você não está esperando muito da pessoa, então os pequenos gestos são muito gratificantes.

27 01, 2016
Os segredos de ser uma Sugar Baby

Por |01 janeiro, 2016|Categorias: Sugar Baby|Tags: , , , , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em Os segredos de ser uma Sugar Baby

5 dicas para ser uma legítima Sugar Baby

Entrou de paraquedas nesse universo Sugar? Você quer ser uma Sugar Baby, mas não sabe como?

Ser uma legítima Sugar Baby pode ser mais simples do que parece. Preparamos uma lista com as principais atitudes que você deve ter para ser uma:

1. Conheça seu Sugar Daddy antes de começar um relacionamento com ele: Saiba coisas sobre a vida dele, faça perguntas pessoais. É importante saber quem é o homem com quem você deseja se relacionar antes de iniciar um contato mais íntimo.

2. Valorize-se: Não deixe nenhum homem te desvalorizar. Não procure um Sugar Daddy no desespero, se você estiver com pressa vai se contentar com o mínimo. O Sugar Daddy ideal para você está lá, você só precisa procurar com calma. Então, não se contente com um simples espumante quando você pode beber Champagne!

3. Não troque dinheiro por envolvimento íntimo: Uma relação Sugar não é baseada em troca de dinheiro por satisfação sexual. É uma relação de benefícios mútuos, na qual as pessoas sabem o que querem receber, como atenção, carinho, uma companheira de viagem. Então, saiba que ninguém pode te comprar. A ajuda financeira é porque ele pode, não porque é seu dono.

4. Doe-se: Uma Sugar Baby legítima dedica-se ao seu Sugar Daddy, dá carinho, atenção e seu tempo.

5. A relação Sugar não precisa ser um segredo: Ser uma Sugar Baby não precisa ser um segredo. Não se importe com o que vão pensar de você, as pessoas têm preconceitos com tudo que é novo. Você tem total liberdade de falar que é uma Sugar Baby se estiver segura disso.

SEJA UMA SUGAR BABY! CADASTRE-SE AGORA MESMO.

24 01, 2016
4 verdades sobre a Sugar Baby

Por |01 janeiro, 2016|Categorias: Sugar Baby|Tags: , , , , , , , , , , |Comentários desativados em 4 verdades sobre a Sugar Baby

4 verdades sobre a Sugar Baby

Você está pronta para ser uma Sugar Baby? Entenda algumas questões sobre esse estilo de vida

Existem muitas dúvidas ainda sobre quem são as Sugar Babies. O site Meu Patrocínio separou quatro pontos cruciais das Sugar Babies para ajudar vocês:

1. Não se preocupe em ser velha demais ou nova demais: Não existe idade ideal para ser uma Sugar Baby. Existe saber se portar e se vestir. Devemos lembrar que os Sugar Daddies são homens mais velhos, então não dá para eles saírem com mulheres que se portam e se vestem como uma adolescente, afinal ninguém quer o garçom lhes perguntando o que a sua filha vai querer beber.

2. Você não precisa ser uma super modelo: Você não precisa estar vestida e ser magra como uma modelo de passarela. Basta ser sexy e confiante.

3. Seja segura de si: Muitos Sugar Daddies vão ficar nervosos no início, especialmente se for a primeira experiência deles nesse estilo de vida. É importante você estar segura do que quer e do que pode oferecer, ou seja, pense e acredite, você é a melhor.

4. Se levar um fora, não leve para o pessoal: Depois de alguns meses de relação, o Sugar Daddy pode não querer mais esse estilo de vida. Os Sugar Daddies, a maioria, leva a relação sugar como um mimo para si antes de ficar muito velho para isso.

 

MATÉRIAS RELACIONADAS

23 01, 2016
Regra básica para manter um Sugar Daddy

Por |01 janeiro, 2016|Categorias: Sugar Baby|Tags: , , , , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em Regra básica para manter um Sugar Daddy

Regra básica para manter um Sugar Daddy

Conseguiu o Sugar Daddy ideal? Então, atenção Sugar Babies: saibam as regras básicas de etiqueta e educação

 Ser bem articulada, saber conversar, ser sofisticada e saber se portar em qualquer ambiente vai resultar em muitos Sugar Daddies interessados em mais do que promessas de relacionamentos. Você deve pensar que, ao ser uma legítima Sugar Baby, frequentará ambientes mais refinados. Não deixe o seu Sugar Daddy ter vergonha de levá-la nos lugares. Ninguém gosta de ser envergonhado em público por seu companheiro, especialmente Sugar Daddies que são homens bem-sucedidos e que estão acostumados com luxo e etiqueta.

Além disso, lembre-se: trate garçons, atendentes de loja e todos ao redor com carinho e respeito.

Se você for simpática e educada, vai refletir a sua beleza interior, algo que dinheiro nenhum pode comprar!