CONHEÇA HOMENS RICOS E MULHERES BONITAS. CADASTRE-SE AGORA!

Encontros nem sempre são fáceis. Dá aquele friozinho na barriga, não sabemos muito bem o que esperar e várias vezes ficamos na dúvida entre conhecer alguém novo ou ficar em casa assistindo séries. Se seu medo é que algo dê errado, o melhor é conhecer os sinais de perigo logo de cara.

A verdade é que nos primeiros encontros, as pessoas tentam mostrar apenas as suas melhores qualidades e, só depois de algumas saídas, percebemos que a pessoa não é bem o que parecia (afinal, impossível conhecer alguém tão rapidamente).

Por isso, preparamos uma lista com os “alertas vermelhos” – aqueles sinais que podem surgir logo no começo e te mostram que é melhor cair fora ou, pelo menos, tomar mais cuidado com o que o parceiro diz.

Falar de ex-namorados

Uma coisa é comentar vagamente sobre a vida amorosa e o passado, outra é transformar o encontro em uma verdadeira sessão de terapia. Não sejamos hipócritas, todos nós temos ex-namorados, mas ficar ouvindo de como o relacionamento de alguém foi bom ou horrível só indica que tem algo não terminado nessa história, o que não é interessante para nenhum pretendente.

Usar muito o celular

As pessoas hoje em dia não percebem mais o quão indelicado é ignorar a pessoa a sua frente só para dar uma olhadinha no Facebook ou Instagram. Ficar colado nas redes sociais ou preferir dar atenção às mensagens de Whatsapp é um hábito que dificilmente vai mudar (a pessoa pode até ter uma vida virtual!). A única exceção seria pegar o celular para te mostrar a foto do cachorro ou algo do tipo…

Comentar sobre a comida

Muitos encontros envolvem comia (mesmo quando não acontecem em um restaurante). Lembre-se: se alguém aqui tem o direito de falar sobre a sua dieta ou jeito de comer é a sua mãe, e só ela! Comentários como “nossa, você come rápido” ou “ainda aguenta a sobremesa?” são sinais de gente controladora.

Ser grosseiro

Não adianta nada seu parceiro ser um cavalheiro (ou dama) com você, mas tratar mal os garçons, o manobrista, um pedinte na rua… Fique atento na maneira em que as pessoas ao seu redor são tratadas, pois no futuro pode ser com você.

Beber demais

Tudo bem tomar algumas taças de vinho durante o jantar, mas que seja para apreciar e acompanhar o momento. Se a ideia é virar copo atrás de copo, misturar fermentados e destilados, pedir tequila ou outras opções mais fortes, um encontro não é a melhor hora. Pode ser que a pessoa não amadureceu o suficiente está no mesmo ritmo do colégio.

Falar muito de si mesmo

É preciso manter o equilíbrio: falar um pouco sobre você, perguntar um pouco sobre o outro. E os dois precisam fazer isso. Quem não fala nada, tem algo a esconder. Quem fala demais, é narcisista, gosta de ter a atenção do maior número de pessoas possível e pode trazer problemas durante toda a relação.

Falta de contato visual

Dizem que os olhos são a janela da alma. Se ele não olha para os seus, há algo de errado – pode esta disfarçando mentiras, pode ser inseguro demais, pode ter medo de se abrir… Pode tantas coisas que o melhor é fugir mesmo.

Não se arrumar para o encontro

Ninguém está pedindo um traje de gala, mas nada pior do que passa horas se arrumando e pensando num “look” para ver seu parceiro chegar vestido de qualquer jeito ao encontro. A ideia não é impressionar?


Dating Thursday: as noites de sexta e sábado são de encontro? Dicas e guias para namorar.

CONHEÇA HOMENS RICOS E MULHERES BONITAS. CADASTRE-SE AGORA!