[História das Marcas] : Louis Vuitton

sexta-feira, setembro 25, 2020

compartilhar:

Finalmente chegamos a história de uma das marcas mais presente no Estilo de Vida Sugar, uma marca emblemática que causa grande impacto quando chega. A marca da vez é Louis Vuitton. 

O início

Numa aldeia remota da França o jovem Louis Vuitton aos seus 16 anos, vindo de uma família humilde, decide ir para Paris a pé buscando aprender trabalhar com madeira. Ao ser contratado como aprendiz de um fabricante de baús da alta sociedade, ele começou a trabalhar em algo diferente, algo que visasse não apenas a utilidade mas também a beleza.

Por conta das novidades introduzidas, os seus produtos começaram a ser imitados na Europa. Para impedir as falsificações, Vuitton tentou diferentes desenhos nos produtos para que pudessem identificar a sua autoria. Finalmente em 1896, criou o monograma das letras “L” e “V”, juntamente com símbolos que reproduziam flores – os desenhos recobriam a lona que servia de insumo para os produtos.

Consolidação

Com o crescimento da empresa e a divulgação da marca ao redor do mundo, Georges Vuitton, filho de Louis, uniu-se ao pai em 1870 para a abertura de novas lojas fora de seu país de origem – que aconteceria somente quinze anos depois.

Com o passar dos anos seus produtos despertaram inveja e inspiraram inúmeros imitadores. E, no ano de 1888, como forma de boicotar as imitações, Geroges criou uma nova impressão batizada de “Damier” (que remete a um tabuleiro de jogo de damas) em marrom e bege trazendo a inscrição “marca registrada Louis Vuitton”. Foi em vão. A primeira utilização dos tradicionais monogramas das letras LV, granulados e nas cores marrom e bege, juntamente com símbolos que reproduziam flores, que hoje é a marca registrada da LOUIS VUITTON, aconteceu somente em 1896 quando Georges, filho de Louis, que morreu quatro anos antes, em mais uma tentativa de diferenciar seus produtos das inúmeras imitações que eram fabricadas na época. Rapidamente, os baús e malas com monogramas da marca caracterizavam as pessoas ricas e de bom gosto nas viagens de trens e navios. E, depois, nas primeiras classes dos aviões.

Novos Rumos

Enxergando o potencial da marca, em 1987 o magnata francês Bernard Arnault comprou a grife e realizou expansões. Inaugurando a primeira loja em solo brasileiro em 1989, após isso em 1992 pisou na China, até hoje uma grande potência de consumidores para itens de luxo.

Cultuada por esta qualidade, a marca começou a se preocupar em lançar tendências em 1996, quando convocou sete estilistas renomados – Helmut Lang, Azzedine Alaïa, Vivienne Westwood, Isaac Mizrahi, Romeo Gigli, Manolo Blahnik e Sybilla – para reinventar seus acessórios, em uma homenagem aos 100 anos dos famosos monogramas.

 O monograma criado perdura até hoje como marca da empresa, e o conjunto dos símbolos que faz parte da identidade visual da marca.

Quando a palavra “luxo” e os objetos “mala” ou ”bolsa” estão unidas numa única frase, certamente um nome aparece na nossa cabeça: Louis Vuitton. A marca revolucionou os fechos das malas e bagagens com um sistema de fechamento inteligente e trilhou um caminho de sofisticação e luxo ao longo de sua história.

E você Sugar, já conquistou o seu símbolo de luxo? Não esquece de me contar nos comentários 😘

Siga-nos

Comentários:

One thought on “[História das Marcas] : Louis Vuitton”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome *
Comentário
Entre para o nosso “pote de açúcar” cheio de Sugar Babies!
Encontre alguém que se encaixe às suas expectativas.