encontro

26 05, 2017
10 assuntos para quebrar o gelo no primeiro encontro

Por |05 maio, 2017|Categorias: Primeiro Encontro|Tags: , , , , , |Comentários desativados em 10 assuntos para quebrar o gelo no primeiro encontro

No primeiro encontro Sugar, há muito o que fazer e pensar no que pode dar errado. Qual o melhor look, qual o melhor lugar para vocês se encontrarem e o que falar – seguido do que não falar. Existem assuntos tabus sim, mas também há aqueles consideravelmente seguros para um date. Confira 10 temas para quebrar o gelo.

1 – Elogiar a aparência

Tanto o Sugar Daddy quanto a Sugar Baby se preparam direitinho para o primeiro encontro. É claro que não é para ficar horas falando da aparência do outro, mas é educado e gentil dizer o quanto a pessoa está bonita e elegante. Ela vai perceber que você notou o quanto ela se esforçou para mostrar um visual surpreendente. Isso é começar a conversa com o pé direito.

2 – Livros, TV e música

Falar sobre livros, TV e música é um tema super seguro, além de deixar a pessoa mais confortável ao conversar sobre um assunto que domina. Comece assim: “o que você tem lido/visto/ouvido ultimamente?”. É mais interessante do que só perguntar o que a pessoa gosta de fazer. Essa é uma forma também de descobrir o que vocês têm em comum. E você ainda pode ganhar pontos indicando algo que a pessoa ainda não leu/viu/ouviu.   

3 – Hobbies

Se seu Daddy ou sua Baby gosta de patinar, mergulhar ou cozinhar, é legal você saber disso. Essa é uma informação valiosa. A forma de perguntar pode fazer toda diferença. “O que você costuma fazer nos fins de semana?” é muito melhor do que falar “quais são seus hobbies?” porque permite respostas muito mais amplas. A maioria das pessoas joga ou assiste algum esporte, cozinha e gosta de atividades criativas. É bacana descobrir isso de forma amigável e natural.  

4 – Família

Um ponto de partida fácil é descobrir se seu date tem irmãos. A partir daí, a conversa pode levar, de forma mais geral, ao contexto familiar. Onde ele nasceu, cresceu, estudou. Se os pais ainda estão juntos. Isso tudo é útil para determinar a compatibilidade de vocês. Só tome cuidado para não parecer uma sessão de terapia. Faça com que a pessoa se sinta à vontade.

5 – Trabalho

Em algum momento, você vai querer saber mais sobre o trabalho dele ou dela. Não trate disso logo no início, mas mostre interesse pelo o que a pessoa faz. Descubra também a expectativa dela com o trabalho. A Sugar Baby saberá se o Sugar Daddy poderá ajudá-la com o networking, o que é algo promissor para a relação.

6 – Atualidades

Não precisa enveredar para assuntos polêmicos como política. A não ser que tenha um comentário bem genérico, sem levantar nenhuma bandeira. É mais seguro falar sobre celebridades e histórias engraçadas e curiosas que aconteceram recentemente e que tenha saído na mídia.

7 – Viagem

Viajar é algo que todo mundo gosta e está interessado. No mundo Sugar, o casal de Sugar Daddy e Sugar Baby planejar viagens pelo mundo é corriqueiro. Portanto, toque no assunto. Descubra quais são os destinos preferidos da pessoa e para quais locais ela gostaria de ir. É alguém aventureiro (mochilão pela América do Sul), sofisticado (viagem de compras para Milão) ou apaixonado pela natureza (reflorestamento em Borné).

8 – Metas

Em algum momento, você vai querer aprofundar um pouco mais o papo e abordar alguns tópicos ligeiramente mais significativos. É perfeitamente aceitável perguntar para seu date sobre seus planos de médio prazo, talvez perguntando onde ele ou ela se vê em cinco anos. Esse é o ponto em que você pode abrir seus planos para a família, a carreira e os destinos de vida ao longo dos próximos anos.  

9 – Histórico amoroso

Quando vocês estiverem bastante à vontade, é ok tocar no assunto relacionamentos antigos. De forma mais superficial. Perguntar quanto tempo durou a relação mais longa, por exemplo. Nada muito detalhado.

10 – O futuro próximo

Uma boa forma de terminar o encontro é perguntar o que a pessoa planejou para a próxima semana. É algo confortável e inteligente para se dizer quando vocês estão indo até o carro ou esperando o Uber. O seu companheiro vai perceber que você gostou e está querendo um novo date.

 

 

25 05, 2017
Pegando um voo para encontrar um Sugar Daddy

Por |05 maio, 2017|Categorias: Sugar Baby|Tags: , , , , , , |Comentários desativados em Pegando um voo para encontrar um Sugar Daddy

Muitas Sugar Babies acreditam que ter um Sugar Daddy que more na mesma cidade ou próximo dela é um benefício, em vários sentidos, e que isso é mais fácil e menos complexo. A questão é a seguinte: você estaria disposta a viajar para encontrar um Daddy pela primeira vez?

No geral, 7 a cada 10 Babies não estão dispostas a fazer isso e acham que é papel do Sugar Daddy ir até ela. Mas, para mudar um pouco isso e fazer do Mundo Sugar um lugar melhor para se relacionar, aqui vão alguns motivos para ir atrás do seu Daddy, literalmente.

Segurança

No início, todas nós duvidamos de alguém que não conhecemos. Como Sugar Babies devemos nos preservar e prezar pela nossa segurança. Viajar para encontrar um Daddy não é a mesma coisa que encontrá-lo na sua cidade. Pode ser arriscado pegar um voo, viajar milhares de quilômetros para ver um homem que você nunca conheceu.

Porém, os perfis de Babies e Daddies no Meu Patrocínio passam por várias verificações de segurança. Eles, inclusive, tem a opção de cadastro que verifica antecedentes.

Outra maneira é, antes de deixar sua cidade, criar uma intimidade maior com o Daddy e pedir informações pessoais, como endereço e coisas do tipo. Algo que você possa passar para mais alguém. E mantenha todas as reservas em seu nome também.

Segurança Financeira

Claro que não existe nada de errado em seu Daddy se dispor e pagar as despesas que você terá para ir até ele. Mas, certifique-se de que você tem dinheiro suficiente para se manter sozinha, caso algo acontece de errado ou um imprevisto.

Dúvida

Antes de um primeiro encontro pessoalmente é normal que o pensamento de “será que ele é atraente o suficiente” fique em nossa cabeça. Também é normal ficarmos pensando se nós vai ser atraentes o suficiente para eles. Mas, lembre-se que ele te chamou no chat do Meu Patrocínio por algum motivo e que você fez o mesmo; seja pela foto ou pela descrição do perfil dele. Algo levou vocês a falarem sobre se encontrar.

Chega de Desculpas

Esteja segura de que você está pronta financeira, emocional e mentalmente para ir encontrar seu Sugar Daddy fora de sua cidade. Caso alguém de sua família fique interessado em saber para onde você está indo, não é mal nenhum dizer que você está indo para outra cidade para conhecer ou dar uma espairecida.

28 04, 2016
Como aproveitar um encontro no frio

Por |04 abril, 2016|Categorias: Primeiro Encontro|Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em Como aproveitar um encontro no frio

O outono finalmente despertou, e no país inteiro já dá para sentir uma brisa mais gelada do que o normal (nas regiões sul e sudeste, já é caso de muita roupa e cobertor!). E mesmo que você prefira o calor, uma coisa não dá para negar: o frio é a melhor época para namorar!

Clima de comida, chocolate, cinema, vinho, fondue… Seja qual for o encontro da vez, trouxemos algumas dicas para qualquer casal sair juntinho, e não batendo os dentes.

Que tipo de lugar escolher?

Um ambiente elegante, com uma boa vista, é essencial em um jantar, festa ou qualquer encontro de bom gosto, mas ninguém quer passar frio enquanto isso. Pense em pequenos detalhes como área coberta e aquecedores, ou garanta que tanto a Sugar Baby quanto o cavalheiro estejam bem elegantes, como o clima pede.

2. As melhores comidas

Neste tempo frio, eis a melhor hora para aproveitar entradas que se mostram pesadas em outras estações: batatas são puro carboidrato, ótima fonte de energia para aquecer o corpo; nunca o fogo da pimenta foi tão bem-vindo; deixe para lá a saladinha, nada mais romântico do que dividir uma cremosa sopa com o seu amor.

3. Vernissage

Tem época melhor para queijos e vinhos do que o frio? A fondue de queijo também é um clássico muito bem-vindo, mistura de elegância e requinte que proporciona uma interação ainda maior entre o casal.

Mas por ser sofisticado, combinar as peças certas às taças que mais harmonizam é um trabalho em tanto. Para não transformar o momento em um desastre, saiba antes que tipos de queijo usará e quais rótulos deve procurar. Como dica geral, prefira os tintos, por serem mais encorpados, alcoólicos e por não precisar gelar para beber (Baco já concordava que o vinho serve para “aquecer a alma e o coração”).

4. Um café e algo a mais

Se a noite for terminar com um cafezinho, por que não deixá-lo mais, digamos, “caliente”? Um pouquinho de licor ou destilado faz muito bem à mais brasileira das bebidas. Uma boa pedida é o irish coffee, clássica combinação de café, uísque irlandês ou creme de licor, chantili e açúcar. Mais popular entre os jovens, o chocolate quente com conhaque (também conhecido como “choconhaque”) faz arder a chama de qualquer paixão.

5. Bom papo

Sempre é bom ter assunto à mesa para impressionar seu par ou quebrar o gelo. Utilize justamente a esfriada do tempo para puxar assunto. Saber se seu parceiro gosta mais de sol ou de neve é um bom começo para muitos outros assuntos – para quais países gostariam de viajar? Que tipo de hobbies podem compartilhar? Aproveite para começar a colocar em pauta suas expectativas e descobrir se existe conexão de interesses.


Dating Thursday: as noites de sexta e sábado são de encontro? Dicas e guias para namorar.

14 04, 2016
O que fazer (e não fazer) no primeiro jantar

Por |04 abril, 2016|Categorias: Primeiro Encontro|Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em O que fazer (e não fazer) no primeiro jantar

Pedir salada verde ou optar por uma tigela de sopa de cebola? Apostar em um beijo ou terminar com um abraço? A gente nunca sabe como fazer as coisas progredirem com toda a certeza em um primeiro encontro, mas é possível se superar para tornar o jantar inesquecível.

Isso você pode fazer:

Sujeira no dente

Homens e mulheres, digam se ela ou ela tiver alface, batom ou qualquer outra sujeirinha nos dentes. Da mesma forma que todos estão preocupados em não ficar bagunçado ou despenteado, existe, sim, a possibilidade de algo, sem querer, ficar preso no lugar errado. Acredite: é muito menos vergonhoso ser avisado de uma sujeira do que ficar falando por horas e sorrindo largamente com um visual não muito agradável. Além de passar maturidade e confiança, dá para quebrar o gelo com bom humor.

Preço do prato

A regra é: nem tão barato nem tão caro. A primeira refeição diz muito sobre você, assim como vinho ou a bebida escolhida. Então, não deixe de mostrar aí suas características, mas sem exagerar nos preços – não escolha o prato mais simples e barato, que não vai refletir sua personalidade e pode até desagradar, mas também não fique de olho só nos pedidos mais requintados e exagerados. Tente pedir algo numa faixa média de preço e faça com que a refeição seja um complemento do encontro, e não algo a ser lembrado pelo valor.

Agradecer

Sugar Babies, tenham bons modos e nunca se esqueçam de agradecer quem te levou (e bancou) o encontro. Ele encontrou um tempo no meio da agenda lotada só para ficar com você. O mínimo que você pode fazer é mostrar gratidão. Se o encontro virar um ritual mensal incluindo um auxílio, você certamente não deve se esquecer dessa atitude (faça disso um hábito).

Planejar um próximo encontro

Sugar Daddy, se você achou um grande encanto a garota com quem passou a noite junto, pergunte sobre um próximo encontro para que ela saiba que você está interessado e que gostaria de mais tempo junto. Seja um cavalheiro e mostre que gostaria de ser novamente – não se esqueça, uma relação Sugar pressupõe expectativas claras de ambas as partes.

Isso você não pode fazer:

Beber demais

O primeiro jantar não é o momento para tomar todas e curtir como se estivesse na faculdade. É uma refeição para ser dividida entre dois adultos maduros, por isso, fique esperto com as suas doses – tente tomar no máximo duas garrafas de vinho ou um drinque, sempre alternando com copos de água e um petisco ou outro, para quebrar o efeito do álcool. Isso evita comportamentos constrangedores e assuntos que podem se tornar discussões. Esteja atento aos limites do companheiro ou companheira também (às vezes, a pessoa não quer parecer fraca, e por isso temos que parar antes em respeito).

Celular

Não tem nada pior em um encontro do que ser interrompido pelo incômodo de uma ligação telefônica. “Daddies”, basta apenas uma ligação da sua assistente para irritar e mudar completamente o humor da sua parceira. O foco da noite deve ser a sua Sugar Baby. Ela, provavelmente, ficou o dia todo ansiosa só para te encontrar e não iria querer ter o encontro de uma hora e meia encolhido para apenas 20 minutos de interação de verdade. Até vocês acertarem os detalhes do acordo, faça o favor de minimizar qualquer possibilidade de distração com telefones e gadgets. Sugar Babies, isso também inclui ficar ligada no Facebook a ponto de esquecer que um potencial Sugar Daddy ricaço está sentado na sua frente.


Dating Thursday: as noites de sexta e sábado são de encontro? Dicas e guias para namorar.

8 04, 2016
6 erros sobre relações Sugar

Por |04 abril, 2016|Categorias: Sugar Baby|Tags: , , , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em 6 erros sobre relações Sugar

Muito se fala, mas poucos sabem de verdade do que falam. Com as relações entre Sugar Daddies e Sugar Babies ainda existem dúvidas e preconceitos por falta de conhecimento ou por confusões. Para não achar erros, ou para explicar para as pessoas que te rodeiam, listamos os oito mal-entendidos mais comuns.

1. Encontro envolve sexo

Este é o maior de todos os erros. Sugar Babies não são garotas de programa, ou seja, um encontro acontece por afinidade, e não para que haja uma relação sexual. Sexo é só uma parte de todo o quadro, que pode ou não acontecer e que pode levar tempo, como em qualquer relacionamento.

Em uma relação Sugar, tudo é transparente, tudo se baseia em acordos confortáveis para os dois. Muitos Sugar Daddies são casados, têm uma vida íntima com suas esposas, e o que esperam de suas Sugar Babies é companheirismo.

2. Relacionamento Sugar e prostituição

Como dissemos, relação sugar é feita por afinidade. Não é uma negociação, não é prostituição. Uma garota de programa recebe dinheiro para fazer um certo serviço. Uma Sugar Baby não recebe dinheiro por fazer nada e nem é obrigada a fazer nada – ela apenas tem bons momentos e experiências com um homem que gosta de passar o tempo, conversar e compartilhar histórias.

Ao contrário de prostitutas e clientes, são pessoas que querem alguém para conversar, alguém atraente, sensível e articulado o suficiente para sustentar uma conversa na intimidade e em público. Ou seja, não tem nada a ver com prostituição.

3. Relacionamento Sugar não é normal

Não faz sentido tratar uma relação Sugar como fora do “normal” ou do “casual”. Existem combinações que que não costumamos ver em outros casais é verdade (como presentinhos e pensões, entre outros), mas isso só é mais um exemplo de como a humanidade é versátil. Não quer dizer que é anormal, apenas diferente. O primeiro encontro cheio de tensões e ansiedade, as conversas cotidianas, os programas de namorados… São todos iguais.

4. Sugar Daddies são homens velhos

É um mito pensar que para ser bem-sucedido, financeiramente estável e influente, o Sugar Daddy precisa ser velho. Ainda mais se pensarmos nos tempos de hoje, de jovens empreendedores do mundo digital que ficam multimilionários antes dos 30 anos. Há muitos jovens ocupados que buscam um relacionamento que vá direto ao ponto. Na maioria das vezes são, sim, mais velhos do que as garotas, mas tenha a certeza de que existem homens de sucesso (e Sugar Daddies) de qualquer idade.

5. Todo Sugar Daddy trai a esposa

Para começar, muitos Sugar Daddies nem são casados – há os divorciados, os solteiros e os que só procuram uma companhia que esteja interessada em passar um tempo com ele, sem se preocupar em construir uma família.

6. Encontros Sugar são secretos

Como não existe nada de errado em um relacionamento Sugar, não tem por que achar que seus encontros devem ser feitos às escondidas. Sugar Daddies e Sugar Babies não têm vergonha do que fazem. Pelo contrário: se orgulham e primam pela transparência. São abertos e gostam de deixar tudo às claras. Geralmente, empresários exitosos não ligam para o que pensam sobre seu estilo de vida – eles querem é viver com tranquilidade as coisas que gostam de viver.

7 04, 2016
Sinais de alerta em primeiros encontros

Por |04 abril, 2016|Categorias: Primeiro Encontro|Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em Sinais de alerta em primeiros encontros

Encontros nem sempre são fáceis. Dá aquele friozinho na barriga, não sabemos muito bem o que esperar e várias vezes ficamos na dúvida entre conhecer alguém novo ou ficar em casa assistindo séries. Se seu medo é que algo dê errado, o melhor é conhecer os sinais de perigo logo de cara.

A verdade é que nos primeiros encontros, as pessoas tentam mostrar apenas as suas melhores qualidades e, só depois de algumas saídas, percebemos que a pessoa não é bem o que parecia (afinal, impossível conhecer alguém tão rapidamente).

Por isso, preparamos uma lista com os “alertas vermelhos” – aqueles sinais que podem surgir logo no começo e te mostram que é melhor cair fora ou, pelo menos, tomar mais cuidado com o que o parceiro diz.

Falar de ex-namorados

Uma coisa é comentar vagamente sobre a vida amorosa e o passado, outra é transformar o encontro em uma verdadeira sessão de terapia. Não sejamos hipócritas, todos nós temos ex-namorados, mas ficar ouvindo de como o relacionamento de alguém foi bom ou horrível só indica que tem algo não terminado nessa história, o que não é interessante para nenhum pretendente.

Usar muito o celular

As pessoas hoje em dia não percebem mais o quão indelicado é ignorar a pessoa a sua frente só para dar uma olhadinha no Facebook ou Instagram. Ficar colado nas redes sociais ou preferir dar atenção às mensagens de Whatsapp é um hábito que dificilmente vai mudar (a pessoa pode até ter uma vida virtual!). A única exceção seria pegar o celular para te mostrar a foto do cachorro ou algo do tipo…

Comentar sobre a comida

Muitos encontros envolvem comia (mesmo quando não acontecem em um restaurante). Lembre-se: se alguém aqui tem o direito de falar sobre a sua dieta ou jeito de comer é a sua mãe, e só ela! Comentários como “nossa, você come rápido” ou “ainda aguenta a sobremesa?” são sinais de gente controladora.

Ser grosseiro

Não adianta nada seu parceiro ser um cavalheiro (ou dama) com você, mas tratar mal os garçons, o manobrista, um pedinte na rua… Fique atento na maneira em que as pessoas ao seu redor são tratadas, pois no futuro pode ser com você.

Beber demais

Tudo bem tomar algumas taças de vinho durante o jantar, mas que seja para apreciar e acompanhar o momento. Se a ideia é virar copo atrás de copo, misturar fermentados e destilados, pedir tequila ou outras opções mais fortes, um encontro não é a melhor hora. Pode ser que a pessoa não amadureceu o suficiente está no mesmo ritmo do colégio.

Falar muito de si mesmo

É preciso manter o equilíbrio: falar um pouco sobre você, perguntar um pouco sobre o outro. E os dois precisam fazer isso. Quem não fala nada, tem algo a esconder. Quem fala demais, é narcisista, gosta de ter a atenção do maior número de pessoas possível e pode trazer problemas durante toda a relação.

Falta de contato visual

Dizem que os olhos são a janela da alma. Se ele não olha para os seus, há algo de errado – pode esta disfarçando mentiras, pode ser inseguro demais, pode ter medo de se abrir… Pode tantas coisas que o melhor é fugir mesmo.

Não se arrumar para o encontro

Ninguém está pedindo um traje de gala, mas nada pior do que passa horas se arrumando e pensando num “look” para ver seu parceiro chegar vestido de qualquer jeito ao encontro. A ideia não é impressionar?


Dating Thursday: as noites de sexta e sábado são de encontro? Dicas e guias para namorar.

22 02, 2016
Hotel em São Paulo – os 5 mais famosos

Por |02 fevereiro, 2016|Categorias: Primeiro Encontro|Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em Hotel em São Paulo – os 5 mais famosos

O primeiro encontro já foi (talvez o segundo e o terceiro também), e agora vocês buscam um lugar diferente para passar um tempo? Poucas pessoas lembram dos hotéis, mas eles não são opção só para quem quer dormir, não. No hotel, é possível encontrar ótimos restaurantes, piscinas e spas, além de momentos tranquilos e relaxantes para um casal. Fizemos uma lista com os cinco melhores de São Paulo, para aproveitar em alto nível.

Hotel Fasano

O projeto do Hotel foi assinado por Isay Weinfeld e Marcio Kogan e recria o estilo dos anos 1930 em releitura arrojada. Uma arquitetura em que o design contemporâneo se junta à riqueza de detalhes clássicos, como os móveis de época e os tijolos ingleses da fachada.

O hotel abriga ainda o restaurante Fasano, considerado o melhor de cozinha italiana de alta classe na América do Sul, e o bar Baretto, que serve petiscos modernos e drinques elaborados em clima intimista ao som de piano.

Os quartos (35 e 45 metros quadrados) e as suítes (até 120 metros quadrados) têm cortinas de linho e camas “king size” com lençóis de 500 fios.

Endereço: R. Vitório Fasano, 88 – Cerqueira César (11 3896-4000)

Hotel Emiliano

O Emiliano foi o primeiro hotel “boutique” em São Paulo (conta até com uma equipe de mordomos e um menu de travesseiros para fins medicinais ou preferências pessoais). As acomodações e o restaurante homônimo estão entre os melhores da cidade em diversos guias (como Veja São Paulo e Quatro Rodas).

Endereço: R. Oscar Freire, 384 – Cerqueira César (11 3069-4369)

Hotel Unique

Visualmente deslumbrante, seu formato causa impacto logo à primeira vista. Projetado pelo arquiteto Ruy Ohtake e decorado pelo badalado João Armentano, o hotel preza pelos detalhes. Elevadores e corredores são propositalmente escuros para criar privacidade, e todos os quartos possuem espaços igualmente amenos.

Na cobertura está o almejado Skye, um dos restaurantes mais charmosos do mundo, de onde se tem uma das melhores vistas de São Paulo. De clientela bem-sucedida, a entrada é rígida para preservar o renome do local (é preciso estar bem vestido ao se apresentar).

Endereço: Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4.700 – Jardim Paulista (11 3055-4700)

Hotel Tivoli São Paulo – Mofarrej

Além de quartos super comfortáveis e um serviço elogiável, o Hotel conta com um Elements SPA by Banyan Tree, da prestigiada marca de luxo asiática. Para os amantes da boa mesa, há o luxuoso Restaurante Arola Vintetres, do reconhecido chef espanhol Sergi Arola, com uma das vistas panorâmicas mais belas para a Avenida Paulista e o Parque Trianon.

Endereço: Al. Santos, 1.437 – Cerqueira César (11 3146-5900)

Hotel Grand Hyatt

O Grand Hyatt São Paulo é um dos mais luxuosos e elegantes hotéis em São Paulo. Recebe muitos viajantes de negócios e seus bares e restaurantes fazem sucesso entre os executivos da região da avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini. O Wine Library é um espaço sob medida para degustar vinhos, e o bar Upstairs tem lounge e programação de música ao vivo.

Endereço: Av. das Nações Unidas, 13.301 – Morumbi (11 2838-1234)


Luxury Monday: Como vai ser a sua semana? Luxo, viagens e bem-estar!